domingo, 27 de dezembro de 2015

Lex

Lara tomando banho e de repente ouço os gritos:

- Temos um problema! Temos um problema! Burrice! Joguei sabonete no meu olho! Mamãe me ajuda!

- O que foi! Jogou sabonete na cara?

- Temos um problema, a burra aqui jogou sabonete na cabeça e escorreu pro olho!

- Houston, temos um problema!

- Superman, o Curinga esta me atacando!

- Curinga é inimigo do Batman.

- Ah é? E quem é inimigo do Superman?

- Lex Luthor.

- Superman, o Lex Pluto tá me atacando!

- Não é Lex Pluto, é Lex Luthor!

- Ah é? Então eu sempre falei errado...

De sua própria autoria:

Tristeza e felicidade do dia

Hoje no final da tarde meu primo chega no quarto:

Lara quer ir amanhã comigo na casa da Tia Solange?

Mãe posso ir?

Não!

Ai eu começo a chorar!!!

Depois eu falo com minha mãe:

Alguém pode ter pedido para o Pedro me chamar.

Minha mãe chama o Pedro e fala:

Quem mandou você chamar a Lara?

Minha vó.

Chama ela lá.

Aí vem o Pedro e sua vó.

Núbia você mandou o Pedro chamar a Lara?


Sim.

[Texto seu, Amorzinho. Acho que o primeiro de vários a serem publicados. Não editei nada, tudo de sua autoria. Seja bem vinda!]

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Namoradeira

Eu e sua avó sempre fomos muito grudadas, creio que por eu ser a caçula, e de quando ter nascido todos os outros filhos já serem grandinhos. Enfim, éramos grudadas e ponto.

Dormíamos na mesma cama (assim como eu e você), até quando já era bem grande, frequentávamos inúmeras vezes as mesmas festas (fazíamos questão de estamos sempre juntas, assim como você e eu), e dentre tantas outras coisas que fazíamos juntas ou uma pela outra, existe uma que quero contar agora:

Sempre, desde que comecei a trabalhar fora, sua avó me esperava do muro feito uma "namoradeira", ou me levava até o portão quando eu saia. Hoje, quando dei por mim que você faz o mesmo, tive certeza de que você é um pouco da sua avó que ficou pra mim. 

Antes eu avistava de longe a cabecinha branca da sua avó sorrindo pra mim, agora vejo um pedacinho da sua cabecinha do muro, saltitando, sorrindo e acenando, e depois abre o portão e vem correndo me contar alguma novidade, antes mesmo de tomar a benção. E quando se da conta de que ainda não tomou a benção, toma fôlego e estica a mãozinha mais linda do mundo: “Benção, Mamãe”. Me dá um beijinho com sua boca de florzinha e começa de novo a me contar as novidades do seu dia. 

Antes era eu quem já avistava a sua avó e começava a tagarelar sobre meu dia, queria sempre contar tudo a ela, só pra ela. Sempre confiei nela e quero que você também sempre confie em mim, em tudo. 

Sua avó te criou tão bem, você é tão bacana, tão amorosa, tão família, igualzinha a ela. Sou a pessoa mais sortuda do mundo, tive a sua vó, que foi a melhor mãe do mundo, e tenho você, a melhor filha do mundo. Espero que eu também possa ser pra você a melhor mãe do mundo. Te amo demais, minha boneca, minha companheirinha.

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Piada interna.

- Amor, você é a única coisa de valor que mamãe tem na vida!

- É, mamãe?

- É sim... Não, peraí. Tem a geladeira também.

- Ah é...  E de quem a senhora gosta mais?

- Aí depende da época do ano.

- Por quê?

- Ué?! Se for inverno eu prefiro você, pra dormir de conchinha com “mamã”. Agora se for verão, eu prefiro a geladeira.

- Nossa, mãe!

- Sem contar que a geladeira não me dá trabalho, não preciso levar ao médico, não me acorda de madrugada e ainda gela meu suco!

- Nossa... A senhora prefere a geladeira...

- Já te falei, aí depende da época do ano: Inverno você, verão geladeira. Ah! E tem o notebook também, tinha esquecido!

- E então, qual a senhora prefere?

- Inverno você, verão geladeira, e se estou estudando prefiro o notebook. Mas olha só: você sempre vai tá ali, entre o primeiro e o terceiro lugar na minha vida. Viu? Mamãe te ama.


... E a conversa se encerra com altas gargalhadas. 

Você sempre entende minhas piadas... Bunitezura!

domingo, 30 de agosto de 2015

Di mal.

- Amor, que dia é o Dia dos Professores?
- Não sei. Acho que é em maio.
- Maio é o mês das mães... Outubro que é o Dos Professores, perto do Dia das Crianças.
- Ah é... Sabia que tinha alguma coisa...
- Nossa! Pôxa... Que consideração!
- Mamãe, sabia que maio é o mês da "Pressão Alta"?
- Pôxa, você lembra do mês da Pressão Alta, mas não lembra que é o mês das Mães?! Tô de mal de você.

quarta-feira, 5 de agosto de 2015

Zero pra mamãe!

Eu te ensinando a lição de casa:

- Mamãe, fala uma característica das aves?
- Anota aí: Elas têm asas e a maioria voa.
- Não, Mamãe! Fala outra!
- Ué, como vou saber?! Não estudo botânica!

#mamãeburra

segunda-feira, 15 de junho de 2015

Orgulho da mãe.

Hoje você ganhou um dinheiro do seu Tio Welington. Você veio até mim e perguntei o que ele havia te dado e a sua resposta foi:

- Mãe, tio Welington me deu $15 reais. Pode ficar com $10 porque eu não gasto com nada mesmo, né Mamãe. Pode ficar e a senhora gasta com o que precisar.

Amorzinho, sinceramente, você mata a mamãe de orgulho. Demais.

quinta-feira, 11 de junho de 2015

9 Anos.

Hoje, seu aniversário, amorzinho... Nove anos de pura graça e simpatia. Nove anos florindo meu caminho com seu sorriso lindo. Você ama diários, gosta de escrever para orgulho da mãe. Hoje você ganhou de presente de uma amiga da titia um diário. Com chave e tudo. Duas chaves. E uma dela você entregou pra mamãe: "- Tão, mamãe. Uma chave minha e a outra é sua. Só a senhora pode ler o meu diário".Amor, sempre digo a você para não ter segredo nenhum com a mamãe. Que seja na hora boa ou na hora do erro, vou "puxar sua orelha" e te ajudar. Hoje, você me confiou a chave por livre vontade. Te amo, Amorzinho. Amo a sua confiança na mãe. Feliz aniversário pra mim, que plantou no mundo a melhor pessoa que existe. A pessoinha de melhor caráter e personalidade que conheço. Quero ser igual a você quando eu crescer. O mundo que se prepare, pois a pessoa mais bacana de todos os tempos esta crescendo e se preparando para explorá-lo.

sábado, 18 de abril de 2015

Pequenininha da Mãe!

Estamos nós duas indo encontrar com sua Tia Zaia para fazer o sacolão. Antes de sair eu disse a sua tia que não sabia o caminho, então ela disse que você já tinha ido com ela e sabia o caminho. Ok.

No caminho...

- Amor, é pra subir essa rua direto, não é?
- É sim, Mamãe. É lá na pracinha que a titia faz sacolão.
- Mas é aonde aqui na pracinha? É pra atravessar aqui?
- Não sei, não lembro... Acho que é lá do outro lado...
- É pra atravessar aqui? Tem certeza que é la mesmo? Parece que tá fechado...
- Não sei, Mamãe! Eu só tenho 8 anos!!!!!

sexta-feira, 27 de março de 2015

Diálogo

- Amor, seu pai vem aqui hoje.
- Mamãe, tenho que ficar bonita. Posso vestir meu vestido xadrez?
- Pode sim, Bonequinha...
- Posso calçar minha sandália?
- Pra quê? Fica de chinelos mesmo.... Você não vai sair nem nada...
- Mas eu quero calçar a sandália!
- Não! Pra quê?
- Mamãe, deixa eu ser feliz?!

terça-feira, 17 de março de 2015

Pequena sincera

- Lara, a Meire vem aqui no final de semana e vai trazer o filho dela pra brincar com você. Você vai brigar com ele?

Daí você para, pensa, senta no sofá, cruza as pernas e responde:

- Não sei, Mamãe. Não posso prometer nada.