segunda-feira, 30 de junho de 2014

Nova rotina

Princesa, você já se acostumou com a nova vida. Cada final de semana na casa de um. Nada de ciúmes (aliás, ciúmes só da mamãe, né?). 

Cabeça boa tem você, mas também depois de tudo que passamos, não tivemos opção. É ser forte ou ser forte. E você é muito forte, meu amor. 

Você é meu porto, meu remédio, minha companheirinha, meu amor. Não sei o como estaríamos se não fosse você.

sábado, 7 de junho de 2014

Menina madura

Você se mostra a cada dia mais companheirinha e madura, meu amor. Já entendeu o divórcio, a nova namorada do papai e a nova vida de solteira e universitária da mamãe. A vida pra você é muito simples e fácil de ser entendida, os adultos que complicam tudo, não é?

Como quando seu pai foi falar que tava namorando:
- Amorzinho, a mamãe já conversou com você... então... papai tem outra namorada...
- Já sei papai, mamãe já me falou!

E continuou como se nada tivesse acontecido.

Você sabe que horas preciso de um abraço, sabe quando preciso dormir abraçada com você, sabe quando preciso de um carinho seu, sabe ficar papeando com mamãe, sabe ser minha companheirinha...

Você é perfeita, meu amor! Fisicamente é linda como seu pai, tem o caráter e a personalidade forte e corajosa da mamãe, sabe ser esse doce de criança que manda bilhetinhos e faz declaração de amor pra mamãe!

Amo você demais, minha boneca!