sexta-feira, 18 de janeiro de 2013

Eu queria ser como ela...

Você esta cada dia mais carinhosa, amor. Que bom que você guardou tudo que sua vovó ensinou. Diz o tempo todo o quanto ama as pessoas e da beijinhos e abraços para comprovar. Mesmo quando um amiguinho diz que não gosta de você no fervor da "dircurssão", você vem depois e me diz: "Mamãe, 'fulando' disse que não gosta de brincar comigo, mas eu gosto dele, viu mamãe...". Eu e meu coração duro não aceitamos muito bem isso. Sou do tipo que é "olho por olho, dente por dente", e reafirmo que esse não é o correto. Certa é você, que sabe perdoar e amar as pessoas não importando o que receba em troca. Vovó com certeza esta orgulhosa de você! E com certeza você será a mulher que ela (e eu!) sonhou. Você tem um coração bom, apesar das pirraças e malcriações tipicas da idade. Tenho muito o que aprender com você quanto a isso. Você ganha um brinde qualquer e logo pensa em ganhar outro para dar de presente para algum amiguinho seu. E se você tem dois brinquedos iguais, logo quer dar um para um amiguinho. Você sabe pedir desculpas e sabe ser agradecida também. Você é meu orgulho, Boneca! Eu, do alto dos meus quase 38 anos ainda não aprendi a ser assim... A vida não vai precisar puxar sua orelha em quase nada, amor. Você já é uma obra de arte e um presente que soube ouvir e aprender tudo que sua Vó teve tempo de lhe passar. Você é ela renovada! Você é um pouco dela que ficou pra mim. E pra você ela deixou um pouco dela aí dentro desse seu coraçãozinho lindo. 

Amor, como te digo toda noite, antes de dormir, "Mamãe é brava, mas mamãe te ama. As broncas que te dou é para que você seja uma adulta linda por dentro e por fora e amada por todos que a cerca". Estou tentando dar continuidade ao que sua Vó iniciou. Entre erros e muitos tropeços tenho fé que vou conseguir, afinal de contas, também fui educada por ela (embora não tenha dado tão certo quanto você...).

**********************************************************************************************

E todas as noites são assim:

- Benção, Mamãe!
- Deus te abençõe. Dorme com Deus. Sonhe com anjinho. Mamãe te ama!
- Dorme com Deus. Sonha com anjinho. Filhinha te ama!

Então você me dá a mãozinha e fazemos uma oração. Ao final você me abraça, dá um beijinho bem demorado e diz de novo que me ama:

- Te amo, Mamãe!
- Eu te amo muito mais! Não esquece de sonhar com anjinhos...
- E a senhora sonha com anjinho?
- Sonho com o mesmo toda noite!
- Ah, é? Qual?
- Você!

sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

2 Desejos

"Mamãe, já pensou se tudo que a gente desejasse acontecesse? Por exemplo: Seu eu quisesse muito a Vovó aqui e de repente, puft, ela aparece aqui bem na minha frente? E se eu ficasse com saudade da senhora e quisesse muito a senhora aqui pra brincar comigo e (puft) a senhora desaparesse lá da sua mesa no trabalho e aparece aqui? Ia ser legal, não ia, Mamãe?"

- Ia ser perfeito, Bonequinha...