quarta-feira, 17 de junho de 2009

A mãe da minha filha

Tenho uma teoria formada sobre pessoas que chamam qualquer outra mulher que não seja sua mãe de “mãe”. Tenho certeza absoluta que a pessoa tenta suprir uma falta. Carência. Chego a ter pena de quem tem esta atitude: “Pessoa sem carinho e atenção materna, coitadinha!”

Bom, o que acontece agora é o seguinte: A pequena está chamando a minha mãe de “mãe”. Pode ser coisa de convivência já que ela fica o dia inteiro com a vovó e só me vê à noite e nos finais de semana. Talvez não. Estou fazendo uma auto-análise pesada. Será que minha filha esta me substituindo? Será que ela encontrou na minha mãe tudo que não encontra em mim? Será que ela não me ama como mãe? Ela me vê como uma irmã, ou madrinha ou sei lá, uma pessoa que ela gosta muito, mas não com gabarito pra ser sua MÃE?

E tem mais: Às vezes ela troca meu nome, ou me chama de Vó (ordinária! rs), ou de tia e logo depois conserta toda sem graça. Tenho muita vontade de voltar a estudar, mas se eu fizer isso agora acabou, acho que perco a filha de vez.

Pra quem não tem filho, isto tudo pode parecer uma besteira sem fim, mas pra mim, "minha filha" não me considerar sua "mãe" é o fim. Fico me sentindo arrasada, uma perdedora, a pior mãe do mundo.

9 comentários:

  1. Que gracioso está isso aqui Marcinha! Linda as florzinhas, a cerejinha... Tudo um charme só!

    Eu trabalhei até os 2 anos do Caio, no dia em que ele fez dois anos me "rebelei" contra o sistema, pedi a conta porque não aguentava mais deixá-lo aos cuidados do pai(era aquela época dificil entre eu e Davi), Caio começou a ficar repetidamente doente, quando não era uma perebinha era uma perebona, fui ficando angustiada e carregando culpas maiores que podia(mas o que isso tem haver? heheheh).
    O que eu acho(presta atenção que é achismo puro) que está acontecendo com a Princesinha é que ela ouve todos chamando sua Mãe de Mãe e você de tia ou Márcia, então ela absorve melhor o que ouve mais vezes, já viu aquelas familias que o casal se chamam de pai e mãe(eu acho tão feinho...), normalmente tudo se inicia quando um dos filhos chama um dos pais pelo nome...

    Mas a princesa é sempre um encanto viu?

    Beijins:*

    ResponderExcluir
  2. Marcinha, eu Não sou mãe,mas imagino a dor que você sente.
    A Laurinha, minha quase afilhada (se é que posso dizer assim) um dia disse que não gostava de mim, um minuto depois estava brincando comigo,me beijando e me abraçando como se ela não tivesse dito nada,mas ela nem sabe o quanto aquilo me feriu...A minha princesa não gosta de mim? Fiquei triste dias...
    Eu acho que a sua auto análise não está aprofundada,mesmo pq pelo visto, a Larinha chama vc de todas as coisas,assim como deve chamar a sua mãe...Acho que os adultos se importam muito mais com esses nomes que nós damos a cada pessoa da família do que as crianças?
    Você acha que ela não sabe que você é a mamãe e que ela não te ama como se ama uma mamãe? Claro que sim sua boba...

    A Larinha te ama e nunca vai esquecer de você, pode ter certeza.
    Quando eu era criança, tinha minha babá e eu a chamava de mãe,mas eu sempre soube quem era a mamãe e que eu a amava mais que tudo.

    ResponderExcluir
  3. Primeiro de tudo, que lindo template vc escolheu!!!! eu ja tinha ponderado certa vez em usar exatamente esse, mas acho que aqui ficou mt melhor do que lá comigo :) deu uma leveza incrível e sabe que até abriu super normalmente pra mim aqui?? adorei!

    sobre a Larinha, putz, nunca passei por isso, mas se visse meus filhos me chamando de tia, vó?? rsrs, eu teria um treco. Mas tá mt claro pra mim que a Larinha te considera mae sim, ela deve estar apenas confusa, já que te ve bem menos em casa que a vovó, e é a vovó que faz todas as coisas pra ela durante o dia, e a vovo que da carinho, e vc como mae, da carinho mas tbm impoe limites, entao pra Larinha, a figura da mae doce é a vovo, mas acho que isso é normal. Mas ja que ta incomodando, se eu estivcesse no seu lugar, pediria que a familia que está presente, perto de voces, qd falaram com a Lara, se refiram a vc como mae, por exe.: "larinha, leva tal coisa lá tua mae, ou vc viu larinha como a mamae ta bonita hoje??" entende? ela tem que te ver como mae. e nunca a vovó pode permitir que ela a chame de mae, mas na hora corrigir com mt delicadeza: "eu sou a vovó Larinha, a mamae ta no trabalho", coisas assim... eu ja vi crianca chamando a mae pelo proprio nome, isso eu acho uó!

    um beijao lindona e nada de pensar que vc é uma pessima mae, mt pelo contrario, eu sei de todo o seu esforco.

    ResponderExcluir
  4. Soninha,Carlinha e Nina...

    O que todos em casa me dizem é isso, ela me chama de outras denominações porque vê os outros me chamarem assim, mas eu não sei não, aquela é muito esperta pra cometer um erro primário assim...

    Sabe o que a Larinha me disse estes dias? Ela disse que gosta mais da Vovó porque ela não "me briga" com ela. Assim, na lata.

    Minha mãe não deixa ela ficar chamando ela de "mãe", ela corrige com o maior carinho. Fala que eu que sou a mamãe e tal. Tenho certeza que ela me ama, mas ela ama muito mais a minha mãe... Vocês precisam ver as duas dormindo abraçadinhas no maior chamego, é a coisa mais linda de ser ver, e comigo ela não dorme de jeito nenhum, nem sob chantagem.

    Tudo bem, vou superar isso. rs.

    bjux, bjux meninas!

    (sabe, pensando direitinho agora, tô achando que isso tem um fundo de ciúmes, ainda não sei de qual delas ou se é das duas... vou refletir melhor.)

    ResponderExcluir
  5. Oi, isso é chato sim. Fui criada pela minha avó e chamava as duas de mãe, mas pense que a qualidade do tempo que vc fica com sua pequena é que vale. Claro que não é uma decisão fácil, voltar a estudar ou dedicar-se mais a ela, mas pense também que se preparar para dar um futuro legal para sua filha é amor e ela tá crescendo e se situando no universo dos papéis que as pessoas representam e nas palavras, pode ser só uma confusão. Seja feliz sempre!

    ResponderExcluir
  6. Olá,
    Olha,é a primeira vez que entro nesse blog e me comoveu seu momento "to me sentindo péssima mãe.." Tb sou mãe e tem dias q a gente se sente assim mesmo.

    A Nina escreveu algo que concordo plenamente.Quando ela chamar a avó de mãe, ela deve corrigir delicadamente e se referir a vc sempre como a mamãe. Sei lá espero ter dado uma força, sei como é se sentir assim

    Boa caminhada
    Cris

    ResponderExcluir
  7. Olá Marcelle! Ou Kisa! Ou Cecell! (Com qual de vocês estou falando? rs)

    Você tocou num ponto interessante, porque o tempo que passo com ela tenho que ser mãe carinhosa, mãe educadora, mãe brincalhona, mãe severa... acho que a qualidade não tá boa não, viu. Tenho que arrumar mais tempo pra minha família. Tenho que arrumar...

    bjux querida!
    obrigada pela colaboração e volte muito mais vezes.

    ResponderExcluir
  8. Ai, imagino que vc deve ficar tristinha mesmo.Eu acho que é coisa de criança e passa logo.Corrigir com carinho deve resolver (muita incerteza no meu comentário, rs)
    Bjus
    e na linda princesa tbm

    ResponderExcluir
  9. Cris, minha mãe já faz isso, mas o que me importa mesmo não é ela às vezes trocar o meu "título", o que me incomoda e ela (na minha opinião) não me considerar a "mãe" dela. Esta me perturbando esse pensamento de que minha filha não me vê como mãe... Mas de qualquer maneira, obrigada pela colaboração. Volte sempre, gostei muito da sua visita.

    Biana, pois é...fico tristinha sim, mas logo vou resolver isso na minha cabeça. Logo... logo...

    bjux, bjux!

    ResponderExcluir