quinta-feira, 16 de abril de 2009

Entrevistada do dia:

Lara Mapa, a Pequena Princesa.

Ilustração: Nina Rosa

Lara, o que acontece com menino que faz má criação?
- Fica feio

E quem bate na mamãe e no papai é o quê?
- É chato-bobo-feio

Você bebe água por quê?
- Pra ficar “indratada”

E se comer chocolate e chips o que acontece?
- Dá alerrrrrrrgia.

O que acontece com quem não escova os dentinhos?
- Dá bichinho no dente.

O que acontece com menina que come o papa todinho?
- Fica bonitinha-gostosinha.

E você é o quê?
- A mais bonita do Brasil!!

E o que mais você é?
- Uma mocinha pititinha assim...

O que você quer ser quando crescer?
- Quando eu for mocinha beeem grande, pode andar de moto, mamãe?

(Ai... ai... agora eu tenho uma mocinha...)

quarta-feira, 8 de abril de 2009

O outro grande amor da vida da princesa...

Desde o ventre ela já dava sinais de seu amor por ele. Estava grávida de seis meses quando fomos eu, o papai e a vovó à Igreja Batista da Lagoinha, na qual André Valadão é pastor. Quando ele começou a cantar, ela mexia tanto na minha barriga que chegava a doer. Virei pro papai e disse: “Poxa, ela tá gostando, tá até dançando aqui.” Dito e feito. A bonequinha é gamada com ele, reconhece a voz dele nas rádios, não pode ouvir a voz dele na televisão que sai correndo, quando vê uma foto dele em algum jornal ou revista fica horas namorando. Bom gosto ela tem.

A primeira palavra que a Larinha falou, claro, foi “papá”, traduzindo: “papai”. Como uma mãe compreensiva que sou, chupei essa manga. A segunda palavra que a boneca aprendeu foi “Odé”, que mais tarde evoluiu para “Andrrrré” e finalmente chegamos no “André Navaladão”, que é o grande amor da vida dela – seguido ali, cabeça com cabeça, pelo papai ciumento.

Ela tinha apenas meses – se não me engano uns 10 meses - cheguei em casa e a vovó já veio me requisitando: “Márcia, vem aqui. Me tira uma dúvida”. Ligou o DVD, e a pequena na sala, dentro do cercadinho. Foi só colocar o DVD do André Valadão – acho que era o “Milagres”, que ela começou: “Odé! Ode!”, dançando toda eufórica. Eu não acreditei: “Ela tá falando “André”, mãe?” Ela retrucou: “Pois é... Fiquei até assustada, mas tinha quase certeza que era isso mesmo que ela tava falando...”

No dia 10 de abril (sexta-feira) ele estará lançando o novo CD Fé, na Lagoa da Pampulha, vou tentar levar a bonequinha pra assistir. Mas, de qualquer maneira, fica o convite. Pra quem for de BH e região, vale a pena conferir.

Ele não é só um rostinho bonito, ele é um cara abençoado e canta muuuuiito!

Larinha assina em baixo.