quarta-feira, 18 de novembro de 2009

Lara e suas explicações...

Cena 1:

Eu: Ô bonequinha, dorme com a mamãe hoje?
Lara: Não, mamãe, sua orelha é pequena, a da vovó é grande e eu posso ficar grudada nela...

Cena 2:

Lara: (fazendo beiçinho) Você vai trabalhar mamãe?
Eu: Vou sim, meu amor...
Vovó: Mamãe tem que trabalhar pra comprar coisinhas pra você.
Lara: Não, vovó, Jesus vai me dar...

Cena 3:

(Nós duas brincando na cama)

Lara: Grrrr! Eu sou um leão grande!!!
Eu: Aí que medo do leão!!
Lara: Grrrr! Sou um leão rosa!!
Eu: Que medo desse leão rosa!!!
Lara: Mas mamãe... eu sou um leão rosa claro...Não precisa ficar com medo...

sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Costurona e Vendida

Estava ela, a Pequena Princesa, mexendo na máquina de costura da vovó quando a titia lhe pergunta:
- O que você tá fazendo aí, heim Larinha?
- É que eu sou "costurona"

Ontem á tarde, ela vira pra mim e solta essa:
- Mamãe, eu sou "vendida" de relógio!

Eu não aguento ela inventando novas utilizações para as palavras! Não aguento!!
Coisa mais linda essa bonequinha...

Ah! E a última:
Ela vira pra mim e pro papai e diz:
- Quando eu passar brilho(labial), todo mundo vai olhar pra mim e falar "Uauuu"
E ela diz isso sussurrando!

Ai... ai...

quinta-feira, 2 de julho de 2009

terça-feira, 23 de junho de 2009

Presente Lindo!



O que realmente importa em um presente é a ligação que ele tem com o presenteado. O que ele significa. E, com certeza, este foi um dos presentes mais lindos e significativos que a Larinha ganhou. E foi o presente mais lindo que a mamãe da Larinha ganhou...

Obrigada, Nina. Pra variar, você foi um amor!

quarta-feira, 17 de junho de 2009

A mãe da minha filha

Tenho uma teoria formada sobre pessoas que chamam qualquer outra mulher que não seja sua mãe de “mãe”. Tenho certeza absoluta que a pessoa tenta suprir uma falta. Carência. Chego a ter pena de quem tem esta atitude: “Pessoa sem carinho e atenção materna, coitadinha!”

Bom, o que acontece agora é o seguinte: A pequena está chamando a minha mãe de “mãe”. Pode ser coisa de convivência já que ela fica o dia inteiro com a vovó e só me vê à noite e nos finais de semana. Talvez não. Estou fazendo uma auto-análise pesada. Será que minha filha esta me substituindo? Será que ela encontrou na minha mãe tudo que não encontra em mim? Será que ela não me ama como mãe? Ela me vê como uma irmã, ou madrinha ou sei lá, uma pessoa que ela gosta muito, mas não com gabarito pra ser sua MÃE?

E tem mais: Às vezes ela troca meu nome, ou me chama de Vó (ordinária! rs), ou de tia e logo depois conserta toda sem graça. Tenho muita vontade de voltar a estudar, mas se eu fizer isso agora acabou, acho que perco a filha de vez.

Pra quem não tem filho, isto tudo pode parecer uma besteira sem fim, mas pra mim, "minha filha" não me considerar sua "mãe" é o fim. Fico me sentindo arrasada, uma perdedora, a pior mãe do mundo.

segunda-feira, 15 de junho de 2009

Princesa Linda Demais

Seja feliz todo dia, minha Pequena Princesa!!

Você agradeceu a mamãe e ao papai pela festa, e nós agradecemos por todos
os dias de festa que você faz em nossas vidas... Nós te amamos boneca Linda!!

quinta-feira, 28 de maio de 2009

Dois anos, onze meses e alguns dias...

Segunda-feira levei a pequena à pediatra. Dois meses de tosse! Quem é mãe de alérgico sabe como é. No início crise de tosse alérgica, depois laringite, agora é bronquite. Tudo bem. Haja aerolin e noites insones.

Enfim, o que quero mesmo dizer é o seguinte: Mesmo sem dormir direito, tomando remédio praticamente de hora em hora, ela não deixa de ter a lingua afiada. Sabe o que ela me disse na recepção do consultório da pediatra: "Para de falar, mamãe! Você tá me incomodando..." E isso bem na hora em que displicentemente contava vantagens sobre ela... (Vejam bem, ela ainda não completou TRÊS anos!!!)

Bom... Matar não vou. Bater não posso. O que fazer??? Vou educar: "Não pode falar assim, boneca!" (doçura na voz), e uma leve ameaça: "Em casa mamãezinha explica o por quê. Tá?!" (ainda com doçura na voz)

Ela é linda, simpática, sorriso perfeito, mas também é: manipuladora (como toda criança deve ser), trapaceira, cara-de-pau, fofoqueira, pirraçenta, mau-criada, narcisista, mandona... Fruto do meu vente, fazer o quê?

Bom, bom, bom, enquanto não consigo adestrar a pequena, sigo com o meu mantra, "Ela puxou o pai, ahummm. Ela puxou o pai, ahummm. Ela puxou o pai..."

Que Deus abençõe as mães modernas de filhos mais modernos ainda.
Amém.

quinta-feira, 16 de abril de 2009

Entrevistada do dia:

Lara Mapa, a Pequena Princesa.

Ilustração: Nina Rosa

Lara, o que acontece com menino que faz má criação?
- Fica feio

E quem bate na mamãe e no papai é o quê?
- É chato-bobo-feio

Você bebe água por quê?
- Pra ficar “indratada”

E se comer chocolate e chips o que acontece?
- Dá alerrrrrrrgia.

O que acontece com quem não escova os dentinhos?
- Dá bichinho no dente.

O que acontece com menina que come o papa todinho?
- Fica bonitinha-gostosinha.

E você é o quê?
- A mais bonita do Brasil!!

E o que mais você é?
- Uma mocinha pititinha assim...

O que você quer ser quando crescer?
- Quando eu for mocinha beeem grande, pode andar de moto, mamãe?

(Ai... ai... agora eu tenho uma mocinha...)

quarta-feira, 8 de abril de 2009

O outro grande amor da vida da princesa...

Desde o ventre ela já dava sinais de seu amor por ele. Estava grávida de seis meses quando fomos eu, o papai e a vovó à Igreja Batista da Lagoinha, na qual André Valadão é pastor. Quando ele começou a cantar, ela mexia tanto na minha barriga que chegava a doer. Virei pro papai e disse: “Poxa, ela tá gostando, tá até dançando aqui.” Dito e feito. A bonequinha é gamada com ele, reconhece a voz dele nas rádios, não pode ouvir a voz dele na televisão que sai correndo, quando vê uma foto dele em algum jornal ou revista fica horas namorando. Bom gosto ela tem.

A primeira palavra que a Larinha falou, claro, foi “papá”, traduzindo: “papai”. Como uma mãe compreensiva que sou, chupei essa manga. A segunda palavra que a boneca aprendeu foi “Odé”, que mais tarde evoluiu para “Andrrrré” e finalmente chegamos no “André Navaladão”, que é o grande amor da vida dela – seguido ali, cabeça com cabeça, pelo papai ciumento.

Ela tinha apenas meses – se não me engano uns 10 meses - cheguei em casa e a vovó já veio me requisitando: “Márcia, vem aqui. Me tira uma dúvida”. Ligou o DVD, e a pequena na sala, dentro do cercadinho. Foi só colocar o DVD do André Valadão – acho que era o “Milagres”, que ela começou: “Odé! Ode!”, dançando toda eufórica. Eu não acreditei: “Ela tá falando “André”, mãe?” Ela retrucou: “Pois é... Fiquei até assustada, mas tinha quase certeza que era isso mesmo que ela tava falando...”

No dia 10 de abril (sexta-feira) ele estará lançando o novo CD Fé, na Lagoa da Pampulha, vou tentar levar a bonequinha pra assistir. Mas, de qualquer maneira, fica o convite. Pra quem for de BH e região, vale a pena conferir.

Ele não é só um rostinho bonito, ele é um cara abençoado e canta muuuuiito!

Larinha assina em baixo.

quinta-feira, 12 de março de 2009

De: Caetano - Para: Lara

** Eu e ela cantamos esta música juntas, e ela sabe que a música é pra ela **

A seguir, a música que Caetano fez inspirado na minha Pequena Princesa (tenho certeza absoluta):



Você é linda
(Caetano Veloso)


Fonte de mel
Nuns olhos de gueixa
Kabuki máscara
Choque entre o azul
E o cacho de acácias
Luz das acácias
Você é mãe do sol

A sua coisa é toda tão certa
Beleza esperta
Você me deixa a rua deserta
Quando atravessa
E não olha pra trás

Linda
E sabe viver
Você me faz feliz
Esta canção é só pra dizer
E diz

Você é linda
Mais que demais
Você é linda, sim
Onda do mar do amor
Que bateu em mim

Você é forte
Dentes e músculos
Peitos e lábios
Você é forte
Letras e músicas
Todas as músicas
Que ainda hei de ouvir

No Abaeté, areias e estrelas
Não são mais belas
Do que você
Mulher das estrelas
Mina de estrelas
Diga o que você quer

Você é linda
E sabe viver
Você me faz feliz
Esta canção é só pra dizer
E diz
Você é linda
Mais que demais
Você é linda, sim
Onda do mar, do amor
Que bateu em mim

Gosto de ver
Você no seu ritmo
Dona do carnaval
Gosto de ter
Sentir seu estilo
Ir no seu íntimo
Nunca me faça mal

Linda
Mais que demais
Você é linda sim
Onda do mar do amor
Que bateu em mim

Você é linda
E sabe viver
Você me faz feliz
Esta canção é só pra dizer
E diz

segunda-feira, 2 de fevereiro de 2009

Dia a Dia da Lara - Parte 2

13/07/08
Larinha fez cocô no peniquinho

24/07/08
Larinha fez xixi no peniquinho

12/12/08
Lara pediu pela primeira vez pra ir ao peniquinho

22/01/09
De ontem pra hoje, Larinha dormiu sem fralda e não fez nenhum xixi na cama. Ela já é uma mocinha!!!

01/02/09
Larinha foi pela primeira vez ao clube. Ela não podia me ver que dizia: "Obrigada, mamãe!", "Obrigada por que, amorzinho?", ela: "Você me colocou na piscina, mamãe! Obrigada!". Ela disse isso 4 vezes.

terça-feira, 20 de janeiro de 2009

Teste de Racismo

Tirem suas conclusões.

De onde vem o racismo?
E pra onde (ou pra quem) ele vai?
Quais são seus resultados?

Não sei porque ainda fico chocada...

Cada um com sua consciência.
Cada um faça a sua parte.

sábado, 3 de janeiro de 2009

Coisas que ficam lindas nela:

 
- O cabelo despenteado
- O pijaminha amarelo
- A boca borrada de batom e chocolate
- Os pezinhos descalços

Uma coisa que fica linda em mim:

- Um sorriso provocado por ela: a pequena princesa.