terça-feira, 18 de março de 2008

Amor de filha.

Terça-feira, durante o café da manhâ...

De um lado: Lara, a pequena princesa.
Do outro: Babi, a poodle gulosa.

- Sai Babi! Não péda bitotu!
(E a Babi continua a persegui-la...)

- Sai Babi! Bitotu da Lalinha!
(E lá vai Babi atrás do bitotu...)

- Sai Babi! Vô chama papai pá voxê!!
(A Babi estremeceu de medo com a ameaça...rsrsrs)

******************************************************

Quinta-feira, chegando do trabalho...

Abro a porta e a primeira pessoa que vejo é a pequena princesa:

- Vem vê mamãe! Vem vê!
- Vê o quê meu amor...

Ela vai num cantinho e volta com uma revista de moda. Após folhear a revista um pouquinho, encontra o que procurava:
Uma foto, de página inteira, com um cara ma-ra-vi-lho-so !!

- Moço bunito, mamãe. Palece papai.

Quem me dera minha filha. Quem me dera...

******************************************************

Domingo: O papai da pequena princesa tinha saído para beber com os amigos...

- Mamãe, tadê papai da Lalinha??
- Papai saiu bebê! Papai volta.

Alguns minutos depois...

- Mamãe, eu télo papai. Tadê papai da Lalinha???
- Papai volta, amor. Papai volta.
- Eu télo, mamãe. Eu télo papai!!!
E começou a ensaiar um chôro.

- Ta bom, vamos ligar pro papai.
Eu disco os números, ele atende e eu aviso que vou passar o telefone pra ela.

- Aiô! Tem fala?!
- É o papai, amorzinho...
- Ei papai!
- Fala assim pro papai: Te amo!
Pra nossa surpresa ela solta a seguinte frase (Acreditem, sem exageros de mãe):
- Ti amo, pai Mathu Minícius!
(Tradução: Te amo, pai Marcus Vinícius!)

Eu não sabia se ria ou se chorava.
Peguei o telefone de volta:

- Alô!
(Sem resposta, só ouço um choro baixinho e soluços)
- Alo! Amor, você ta aí??
- Tô.
Foi a única coisa que ele conseguiu falar....

*** ***

Pequeno dicionário Lara:

péda: pega
bitotu: biscoito
tadê: cadê
télo: quero
paléce: parece

2 comentários:

  1. Ohh Marcinha, que fofaaaaaa!! Eu conheço bem essas palavrinhas, que nos emocionam sempre. Que linda sua filhinha, e que mamãe orgulhosa vc parece ser, querida.

    Beijos em vc, nela e no papai "Mathu Minícius".

    ResponderExcluir
  2. Fiquei muito emocionado com o fato, acho que nos pais temos muito que aprender dos nossos filhos, sob tudo a amar incondicionalmente, e tomara que eles sejam forçadores de um novo mundo, de uma nova humanidade, melhor, na qual a lei superior seja o Amor. Felicidad a los tres.

    ResponderExcluir