segunda-feira, 18 de fevereiro de 2008

Judia de mim...

Ela me faz de gato e sapato.
Ela faz pirraça, ela faz mãnha.
Ela é linda demais!
Ela beija a ponta do meu nariz pra dormir. (Aí já é até covardia!)
Derreto-me e me entrego a todos os seus caprichos.
Ela quer ouvir histórias e quer escolher os personagens. (Esperta!!)
Ela é uma atriz. Ela fala assim:
“Ai que tutu!” ou “Ai que medu!” ou “Ta duendu”. Tudo de mentirinha...
Ela dorme tarde, acorda tarde, e sempre me faz uma serenata na madrugada...
E eu, boba demais, perdôo tudo quando ela vem com aquele sorriso maravilhoso e me diz:
“Mãe, péda Lalinha!”
Ela é meu amor, minha princesa, é minha vida.

*** *** ***

Pequeno dicionário Lara:

tuto = susto
medu = medo
duendu = doendo
péda = pega
Lalinha = Larinha

quinta-feira, 7 de fevereiro de 2008

Canção para Lara

Para o meu grande e eterno amor: A pequena princesa.

*******************************************

Ouve o barulho do rio, minha filha
Deixa esse som te embalar
As folhas que caem no rio, minha filha
Terminam nas águas do mar

Quando amanhã por acaso faltar
Uma alegria no seu coração
Lembra do som dessas águas de lá
Faz desse rio a sua oração

Lembra, minha filha, passou, passará
Essa certeza, a ciência nos dá
Que vai chover quando o sol se cansar
Para que flores não faltem
Para que flores não te faltem jamais

O Rio - Composição: Seu Jorge, Carlinhos Brown, Arnaldo Antunes, Marisa Monte
e, pequenas adaptações minhas...